MONUMENTOS DE COJA

Igreja Matriz

Quem visita Coja, pode desfrutar de vários edifícios religiosos, com destaque para a Igreja Matriz, que detém uma posição privilegiada face aos restantes edifícios, tratando-se do mais imponente e importante monumento religioso de Coja. A Igreja Matriz, construída durante o período de Oitocentos, possui uma fachada com características arcaizantes.

O mesmo se verifica no interior - os retábulos, lavrados pelo entalhador da Cerdeira, José Gonçalves de Abreu, lembram os do séc. XVIII.

Os púlpitos estão assentes sobre três mísulas fundidas.

As imagens que ornamentam os altares crê-se terem pertencido a extintos colégios ou conventos de Coimbra.

De salientar a imagem de S. Pedro que pertenceu à Capela de Santo António.

É de calcário, quatrocentista e pensa-se que tivesse adornado a Capela do Paço Episcopal, do qual nada resta actualmente.

Os seus retábulos são de gosto setecentista, embora construídos no sec. XIX e é bem fornecida de cantarias.

A actual igreja ocupa o espaço da antiga igreja paroquial, que ainda foi referida em 1721.

A que hoje encontramos, sofreu obras de beneficiação, devido ao estado de degradação, constatado em 1758, obras que só terminariam em 1881.

Casas Solarengas

A vila conserva ainda várias casas solarengas, dos séc. XVIII e XIX. Na praça encontram-se duas. Uma, com capela anexa, ostenta uma larga fachada dividida por pilastras. A outra, possui janelas de aventais recortadas.

Pelourinho de estilo Manuelino

Na praça ergue-se o Pelourinho de estilo manuelino, uma pinha de folhas a rematar a sua haste oitavada. Pelourinho de Coja é um monumento manuelino, erguido durante o reinado de D. Manuel I, nomeadamente no ano de 1514, data do segundo foral de Coja.

CAPELAS

Capela do Sepulcro

Também houve uma Capela de S. Jerónimo, um pouco abaixo da do Senhor do Sepulcro. Esta última, do Sepulcro, era antigamente em sítio mais baixo; mas como era invadida pelas cheias do Rio Alva, a junta da paróquia deliberou em 1887, levantá-la para a colocar ao abrigo das enchentes.

Capela de Nossa Senhora da Ribeira

A Capela de Nossa Senhora da Ribeira sofreu várias reconstruções, datando a última de meados do séc. XX, embora as portas e as janelas sejam reaproveitamentos do séc. XVIII. No nicho central do retábulo policromado e dourado encontra-se a imagem quinhentista da Virgem com o Menino.

Capela de Santo António

A Capela de Santo António data da segunda metade de Setecentos. O retábulo, do séc. XVIII, alberga as imagens do Santo que lhe dá o nome, de um Santo bispo e de uma Santa mártir.

Capela da casa do Prior Costa

Guarda um exemplar notável da estatuária quatrocentista - a Virgem com o Menino.

Capela particular, situada em Santa Clara. Foi benzida em 1887. O grande crucifixo desta capela pertenceu à Inquisição de Coimbra.